quinta-feira, 14 de junho de 2007

Campo Grande, um gigante adormecido.

Na última quarta-feira o Campo Grande Atlético Clube completou 67 anos. O Galo da Zona Oeste, que já viveu épocas memoráveis como a conquista da Taça de Prata de 1982, encontra-se hoje na terceira divisão do campeonato estadual.

Campeão da segunda divisão fluminense em 1985 , o alvinegro foi rebaixado para a terceira divisão estadual em 2002 e, desde então, não reencontrou o caminho das boas campanhas.

O clube revelou Dadá Maravilha e já emprestou sua camisa a talentos como Cláudio Adão, Elói, Edu e Roberto Dinamite. Wanderley Luxemburgo começou sua carreira de treinador no galo da zona oeste que hoje, está na contramão de sua história. Esse ano o clube disputou a Copa Rio, mas foi eliminado ainda na primeira fase, graças a uma campanha muito ruim no primeiro turno.

Na quinta-feira um grupo de 20 torcedores alvinegros comemorou o aniversário do clube com um bolo no tradicional Bar do Ernesto e seguiu em passeata até o estádio Ítalo del Cima, exigindo o resgate da tradição vitoriosa do representante da outrora Zona Rural.

Não se pode deixar de registrar a bravura e o amor destes torcedores, que em condições tão adversas, lutam pelo ideal de um amor tão forte e tão raro em uma sociedade cada vez mais individualista. Campo Grande, que tragas a estas plagas novas vitórias, títulos e glórias. Campo Grande, grande também é o seu valor!

*Alguns trechos são baseados no hino do Campo Grande, disponível aqui.

*Informações históricas e estatísticas de futebol: RSSSF

3 comentários:

Profê Marcelo disse...

Parabéns ao Campo Grande!
Grande passado tem o clube dos campos da zona oeste.
Outrora ganhar em Itálo del Cima erá fato que só os times grandes alcançavam. Mesmo assim as duras penas.
Lembro de sua torcida em um jogo contra a Portuguesa na Ilha, eles chegavam gritando; Galo,Galo,Galo..
Parecia que era o Atlético Mineiro em Campo.

E isso aí um abraço aos torcedores remanescentes do Campuscão.

Erwin Rommel disse...

Só tenho a agradecer ao Tribuna da Bola, o único veículo de comunicação que lembrou e para além disso, registrou de forma bem feita o aniversário do nosso titânico CAMPO GRANDE, eu estava na passeata e estarei com o clube desde sempre. Acompanhem o Jornal Zona Oste do Jornal O GLOBO do dia 24/06/2007 com matéria sobre o clube. Mas enfim a nossa torcida não é a maior, mas com certeza a mais fiel e com a TORCIDA GALO que agita essa Nação desde a década de 60 do século XX, vamos sair dessa situação...

marcelopierredelima disse...

Lembrar que é o único título do futebol do RJ do Campeonato Brasileiro-Série B embora algumas não considerem a Taça de Prata como Brasileiro-Série B. No site www.bolanaarea.com, nessa campanha de 1982, o Campo Grande recebeu a Portuguesa (SP) e a Lusa paulista tomou de 3 x 0 para o Campo Grande. No ano seguinte (1983), já no Brasileiro-Série A, o Campo Grande recebeu clubes como Corinthians, Grêmio, Bahia e Atlético-PR. Ficou na 24a posição num campeonato com 44 clubes.