sábado, 2 de junho de 2007

Editorial

A Tribuna da Bola vem a público repudiar as ações dos seguranças da empresa Expert, que faziam plantão no estádio da Rua Figueira de Melo neste sábado, 02/06/2007.

Sabemos que a referida empresa é parceira do São Cristóvão de Futebol e Regatas e seus gestores administram o futebol do clube. É de pleno conhecimento que a ação destes funcionários visa transmitir tranquilidade e segurança à torcida e ao espetáculo. No entanto, não podemos compreender e permitir que a ação seja de algum modo truculenta e ríspida. A Imprensa tem acesso livre aos estádios e não deve ser constrangida para o exercício de seu trabalho, como aconteceu com Cláudio Burger. Em estádio algum a Imprensa deve pagar ingressos e, muito menos, se sujeitar à ação de funcionários destemperados que ameacem aos repórteres com a ação de cacetetes, com o intuito de impedir o acesso ao espaço e o fiel cumprimento de seu dever informativo.

O acesso ao campo de jogo deve ser controlado pela federação, e não por seguranças sem preparo para competições esportivas. O repórter Stéfano Salles foi impedido de retornar ao campo de jogo após o intervalo, mesmo autorizado pelo trio de arbitragem e pelo delegado da partida, as autoridades máximas do campo de jogo. Foi preciso que um diretor do São Cristóvão afirmasse que ele cobria a partida para que os seguranças permitissem o acesso ao campo.

A cobertura da imprensa para estes torneios é fundamental, porque são poucos os veículos de comunicação que se dedicam a competições de clubes de menor investimento. Na referida partida, havia apenas a Tribuna da Bola e outro site esportivo. Mesmo que a cobertura da partida não fosse desejada pelo São Cristóvão, o que não acreditamos que seja o caso do simpático clube cadete, a diretoria não poderia impedir, pois a informação é fundamental, existe liberdade de imprensa, e a diretoria do clube não tem condições de determinar o que pode e o que não pode ser visto pelo público que inclui, até mesmo, torcedores do São Cristóvão, que fazem uso da Tribuna da Bola, um espaço plural e participativo por excelência.


A Tribuna da Bola acredita no São Cristóvão e em seu novo parceiro, a Expert, e por isso, pede que os critérios de ação dos seguranças do clube sejam repensados, pois há outros veículos de comunicação que já tiveram problemas com o acesso ao clube desde o início da Copa Rio.

Equipe Tribuna da Bola

6 comentários:

michelinhoconte disse...

esses seguranças particulares q nao tem nada a ver com o futebol cansam de aprontar a estacio eh fera em ter seguranças mal intencionados... lembro disso na final de 2005 e no incidente contra o miguel couto... agora o são cristovão foi novidade... ridiculo esses seguranças... abraço a todos e continuem em frente na publicação das divisões inferiores do rio, não se deixem abater por esse fato o site está 10!! abraçao claudio e stefano!

Pedro Estellita Lins disse...

Precisamos de vocês!
Quem não quiser que vocês trabalhem, tá mechendo com a gente também!
Estamos juntos nessa pela justiça, pelo trabalho, informação e o futebol!
Valeu pessoal!
Pelé é Deus! heheheheh
abraços!

paulorob1975 disse...

Impressionante como a imprensa está tendo dificuldades para trabalhar atualmente no São Cristovão, pois esses mesmos seguranças estão se achando donos do clube e tirando aquele aspecto simpático que o clube Cadete conquistou durante os anos.
A diretoria do clube tem que tomar uma posição a respeito disso e colocar pessoas preparadas para lidar com o público e não pessoa que não sabem lidar com seres humanos.
Fica aqui a minha indignação e do Papo Esportivo e a solidariedade nesse caso, pois constantei os mesmo abuso (não numa gravidade desse ponto) quando fui cobrir a partida entre São Cristovão x Condor, pela abertura da Copa Rio.

Mas o negócio é não desanimar e bola pra frente... Numa próxima oportunidade o Papo Esportivo estará visitando o Estádio da Rua Figueira de Melo para constatar se providências foram tomadas.

Só espero que o São Cristovão não pegue a "doença" do seu vizinho de bairro que trata a todos, até mesmo parte da sua torcida, de forma truculenta.

juninho disse...

lamentável, mas isso às vezes acontece até em grandes clubes. Em São Januário somos obrigados a usar um colete apertado do contrário a segurança nos impede de ficar à beira do gramado.

leonardo disse...

Sou grande amigo do Claudinho,estive conversando com o mesmo a respeito do fato ocorrido e constatei que houve um certo exagero sim porém peço que vcs não virem imprensa maldita como os grandes jornalistas,pois sem credencial alguma fica dificil,o clube está ficando mais moralizado caso não comum entre nós clubes pequenos.A empresa Expert está fazendo um ótimo trabalho junto com o nosso São Cristóvão.Principalmente acabando com abagunça que estava em Figueira de Melo.Otrabalho de vcs está ótimo não criem problemas.

Stéfano Salles disse...

Leonardo, tudo certo? Sou editor da Tribuna da Bola.
Nossa intenção jamais será a de criar problemas. O tom do editorial foi bem tranquilo e sincero, se estava ruim, era para melhorar. Desejamos ao São Cristóvão o que há de melhor e por isso, prestigiamos o clube com as coberturas. Abraço.