terça-feira, 24 de julho de 2007

Crônicas da Bola

Estréia hoje esse pequeno espaço literário, aberto aos torcedores que quiserem demonstrar sua paixão clubística e esportiva. Envie o seu texto para stefano_salles@hotmail.com . Os melhores textos serão selecionados e exibidos aqui. Veja esse belo texto do americano Fernando Oliveira

Camisa tem sangue sim!

Vai o pequeno rubro brincar com seus coleguinhas. Pique-pega é a brincadeira, quem diria, ainda existe. Todos correm e se safam, nova rodada para acontecer. Um menino encosta na vestimenta do menino rubro, devidamente uniformizado, com o manto vermelho a brilhar.


- Camisa não tem sangue! Grita um de seus amigos, querendo salvá-lo.

- Nada disso, minha camisa tem vida, tem sangue a correr entre as costuras, sangue bombeado do escudo, que na camisa ocupa o lugar do coração. Por isso, está comigo. Pique-pega outra vez, defende o menino, se acusando na brincadeira! Com certeza, ganharia um prêmio Belfort Duarte!

Desde então, os rubros são conhecidos pela honestidade, não importa o "campo" em que estão!

Fernando de Oliveira

Nenhum comentário: