sexta-feira, 5 de outubro de 2007

Eles já passaram por aqui II

*Alexandre Abreu

"Nenhum homem é suficientemente rico para comprar o seu passado." (Oscar Wilde)

Dando continuidade à pesquisa de Alexandre Abreu, que parte da frase de Oscar Wilde, vejamos alguns dos jogadores, atletas e treinadores que passaram pelas divisões intermediárias do Rio de Janeiro e fazem sucesso ou buscam seu espaço no futebol internacional.

1-O " nosso" Brescia conta com um jogador de experiência no futebol do EUA e Irlanda. André Borges é o seu nome. Aproveitando a sua experiência internacional, este jovem valor busca dar uma nova dimensão a sua carreira jogando no estado do Rio de Janeiro.

2-Jovar Viera não nega as suas origens, depois da sua histórica conquista com a seleção do Iraque. Jornalistas de todo mundo demonstraram uma curiosidade natural sobre a sua carreira e o filho da Iha do Governador não teve vergonha de dizer que começou "nas ligas regionais do Rio de Janeiro".

3-Edu Coimbra, auxiliar do Fenerbace da Turquia, faz questão de salientar em todas as suas entrevistas que David foi formado no Pavunense.

4-A Indonésia busca virar uma potência futebolista até 2020, para tal objetivo comprou 36 jogadores do futebol brasileiro nos últimos dois anos, a grande maioria formada em clubes no qual este espaço presta atenção.

5-Ariclenes, jogador saído da Estácio em 2006, está fazendo historia no futebol holandês, a impressão deixada por ele é tão boa que o cidadão já foi capa de revista (ao topo da página).


6-Bangu, Olaria e São Cristovão são os times "do nosso nicho" citados no excelente "A Dança do Deuses", livro publicado pela Compania da Letras, este verdadeiro tesouro para os amantes do futebol mostra a importância cultural do futebol em nossa sociedade.

7-Villa. experiência adquirida por Antonio Villa, cria do Villa Rio não impediu o rebaixamento do Al Shabab no campeonato do Kuwait AL.

8-Ahed Football,um símbolo do futebol de Beirute já apostou no futebol brasileiro ao contratar Marcelo do Jacarepaguá.

9-O FC Vardar da Macedônia ,clube que teve o grande momento da sua história em 1987, quando a agremiação ganhou o campeonato nacional da finada Iuguslávia , apostou em passado recente em jogadores "nossos" formados no Bangu e no Futuro Bem Próximo.

10-Rodrigo de Oliveira saiu do Angra do Reis para tentar a sorte no futebol de Omã, que possui uma população apaixonada por futebol.

11-O Mks Pogon Szczecin "patrocinou" um sonho brasileiro no futebol polonês, mas hoje vive na dureza de uma quarta divisão em sua liga doméstica, já apostou em um jogador do Campo Grande, Witnei era o seu nome.

11-Carlos Vinicius, oriundo do Villa Rio, vai para o seu segundo ano com as cores do Penafiel. Carlos Germano, ex-Vasco da Gama foi seu colega ilustre naquela agremiação.

12-SCB Viktoria Köln de Colônia, um dos clubes mais antigos do futebol alemão, já contou com um atleta de formado no Profute em seus quadros,Rudi Clei era o seu nome.

13-O sergipano Kaue, de passagem meteórica pelo Bangu, vai dando o seu recado em sua segunda temporada pelo Konyaspor, da primeira divisão, turca vestindo a camisa 11.

14-Zinho, do Miami, começar a desenvolver uma relação diferenciada com a laranja, a fruta, nesta fase de sua vida profissional, quando pendura as chuteiras e vira treinador, seu ultimo clube no Brasil, o Nova Iguaçu, tem como símbolo uma simpática laranjinha, já o estado que o vê nascer como técnico, a Flórida, tem com um dos cognomes : Estado Laranja.

2 comentários:

mateus_srt disse...

Bom saber que jogadores que jogam no exterior já passaram pelos campeonatos de 2ª e 3ª divisões do rio. Expectativa para os que começam e futuro para os que conseguiram vencer nos seus times. boa matéria.

jefferson disse...

ola td bom eu sou o filho vereado nadinho de rio das pedras meu pai falou que ainda nao esta vendendo camiza do time nao anoa quem vem ai vende ..obrigado