domingo, 6 de janeiro de 2008

Desafio africano

Nesta terça-feira (08) o América enfrentará a seleção do Benin, 93ª do ranking da Fifa, no Engenhão. Enquanto o alvirubro tijucano se prepara para a estréia no campeonato carioca, dia 20, contra o Duque de Caxias, os beninenses fazem intensos treinamentos para a Copa Africana de Nações, que começará no dia seguinte, em Gana.


Os squirrels, ou os esquilos, como são conhcecidos, cairam no grupo de Angola (73°), Costa do Marfim (37ª) e Máli (46ª), contra quem estreiam dia 21 de janeiro. Na fase preliminar as equipes se enfrentaram em duas oportunidades e o empate foi o resultado de ambas as partidas: 0 a 0 e 1 a 1. Vale lembrar que os outros dois adversários marcaram presença na Copa de Alemanha, em 2006 e o esporte .

Para o desafio, a federação beninense de futebol contratou o alemão Reinhard Fabisch, que tem experiência com o futebol africano: dirigiu os selecionados nacionais de Quênia e Zimbábue na década de 90, e assumiu o novo desafio em 7 de dezembro último. Esta será a segunda Copa Africana de Nações do Benin, que na primeira oportunidade, quatro anos antes, foi eliminado sem consquistar sequer um ponto. O futebol local parece ter evoluido também com a classificação da seleção sub-20 para o mundial da categoria, na Holanda, em 2005. A equipe foi eliminada na primeira fase por saldo de gols, mas o desempenho comprova a chegada de uma nova geração de qualidade.

Saiba mais:

Nenhum comentário: